Salar de Uyuni e um coração feliz

20.6.15


Bolívia, obrigada.

Obrigada por me permitir visitar lugares tão intocados. Por experimentar um tipo de encantamento raro de se encontrar hoje em dia. Por presenciar os milagres de Deus. Eu nunca vou esquecer nosso tempo juntos. Ainda hoje, só de olhar as fotos, consigo sentir a mágica e pureza das suas paisagens. Consigo reviver os momentos felizes vividos. E até sinto meus olhos se encherem de lágrimas. Felicidade em estado bruto. Você me tocou de um jeito que não achei que fosse possível.

Digam o que quiserem. Reclamem das acomodações e da falta de banheiros. Queixem-se de que da ducha não sai água e, quando sai, é fria. Encham a boca para falar mal dos motoristas, dos carros, do povo caladão. Eu voltaria para visitá-la mil vezes.